Doutoramento em Medicina - 6ª Edição

COORDENAÇÃO
Prof.ª Doutora Ana Félix

COMISSÃO CIENTÍFICA
Professor Doutor António Sousa Guerreiro
Professor Doutor J. M. Caldas de Almeida
Professor Doutor António Jacinto

APRESENTAÇÃO
O processo de Bolonha veio introduzir um 3º ciclo de estudos cujo objectivo é formar profissionais cada vez mais qualificados, preparados para prosseguir uma carreira académica ou clínica e de investigação e estabelecer a ligação entre o ensino superior de qualidade, a clínica e a investigação científica.
A Faculdade de Ciências Médicas da Universidade NOVA de Lisboa, oferece dois ciclos de estudos conducentes ao grau de doutor, um em Medicina e outro em Ciências da Vida. Ambos com base nos princípios orientadores do processo de Bolonha, nomeadamente a promoção do avanço do conhecimento através da investigação original.
Aproveitando as possibilidades de criação de novas sinergias no campo da saúde, o ciclo de estudos articula-se com os seguintes programas:

  • International Master in Mental Health Policy and Services da Faculdade de Ciências Médicas e da Organização Mundial de Saúde.
  • Escola Doutoral da NOVA

OBJETIVO GERAL
Este ciclo de estudos tem como objectivo geral formar investigadores capazes de conceber e desenvolver projectos científicos originais de forma autónoma, contribuindo para a criação de massa crítica nas instituições e aumentar o número de investigadores no País e na Europa.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS
Este ciclo de estudos visa essencialmente que o aluno desenvolva um projecto de investigação inovador que pretenda responder às seguintes questões:

  1. Compreender os mecanismos moleculares, celulares e fisiológicos, quer do organismo humano normal, quer de doenças ou grupos de doenças;
  2. Desenvolver e investigar modelos celulares e animais de doenças humanas.
  3. Aprofundar os mecanismos de doenças ou grupos de doenças;
  4. Contribuir para a prevenção, diagnóstico, terapêutica e reabilitação;
  5. Promover a medicina translacional através do desenvolvimento e aplicação de novas tecnologias para o benefício de doentes;
  6. Desenvolver outras tecnologias para melhorar a prestação dos cuidados de saúde;
  7. Promover a saúde das populações;
  8. Conhecer aspectos epidemiológicos da saúde das populações em geral e em algumas das suas especificidades;
  9. Desenvolver intervenções, programas, serviços e políticas de saúde.

ORGANIZAÇÃO
No Doutoramento será necessário realizar:
• 35 ECTS em unidades curriculares
• 10 ECTS em seminários de aprofundamento
• 195 ECTS na tese

PRINCIPAIS UNIDADES CURRICULARES
Durante o Doutoramento os alunos têm de completar 45 ECTS nas seguinte áreas:

  • Bioestatística
  • Bioética
  • Competências de Investigação
  • Ensaios Clínicos
  • Epidemiologia
  • Genética
  • Introdução à Investigação
  • Investigação Translacional
  • Investigação Laboratorial (cultura de células, experimentação animal, citometria, epigenética, anatomia patológica, etc.)
  • Saúde Global
  • Saúde Mental

 Seminários em:

  • Doenças Crónicas
  • Envelhecimento
  • Inflamação
  • Oncobiologia
  • Saúde Pública

INFORMAÇÕES GERAIS

Duração: 8 semestres (6 semestres para os doutorandos abrangidos pela Portaria 172/2008).
ECTS: 240.
Data de início: Setembro de 2014.
Data limite de inscrição para candidatura: 28 de abril de 2014 (on-line)
Horário: As aulas do curso de doutoramento decorrerão maioritariamente de segunda a sexta das 18 às 21 horas e aos sábados das 9 às 13 horas.
As unidades curriculares comuns a outros programas poderão decorrer em calendário diferente. Os cursos laboratoriais, pela sua natureza, terão pontualmente um horário mais alargado. Os dias de semana ocupados variam consoante as unidades curriculares seleccionadas pelos alunos.

Critérios de Selecção
O processo de selecção vai decorrer em 2 fases. Primeiro a comissão científica analisará todas as candidaturas e seleccionará os candidatos para a  entrevista, na qual o CV, as motivações e o interesse do projeto de investigação serão discutidos. A avaliação da comissão científica que definirá a classificação dos candidatos admitidos à entrevista será dfeita como base nos seguintes elementos:

  • Avaliação Curricular - académica, científica e profissional; (só será aceite o CV no formato disponível aqui)
  • 2 Cartas de apresentação/recomendação (do Diretor do Serviço ou por personalidade de reconhecido mérito na área);
  • Carta de motivação do candidato;
  • Enquadramento nos planos estratégicos da FCM, nomeadamente nas áreas de investigação prioritárias da FCM/CEDOC; 

PROPINAS
Candidatura € 51
Matrícula € 35
Propina anual € 2.750 *

*Nos anos seguintes o valor da propina será indexado ao valor das bolsas atribuídas pela FCT.

Antigos alunos e atuais docentes da FCM beneficiam de 15% de desconto sobre o valor da propina

Numerus Clausus
O Doutoramento em Medicina funcionará com um máximo de 20 alunos.

Informações e inscrições
Divisão Académica – Secção de Pós-Graduação
Campo Mártires da Pátria, 130 • 1169-056 Lisboa
Tel. (+351) 21 880 30 66 • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Candidatura Online