Workshop em Cirurgia do Punho e Mão - 1ª Edição

Candidatura On-Line

Coordenação
Prof. Doutor José Alberto Castro Guimarães Consciência – Professor Associado da NMS|FCM e Diretor do Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Hospital de São Francisco Xavier (CHLO)
Professor Doutor João Goyri O’Neill – Professor Catedrático da NMS|FCM
Dra. Carla Ricardo Nunes (Coordenadora Executiva) – Coordenadora da Unidade de Punho e Mão do Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Hospital de São Francisco Xavier (CHLO)

Organização
NMS|FCM – NOVA Medical School|Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa (Ortopedia e Anatomia)

Apresentação
Curso teórico-prático de cirurgia do punho e mão.
Inclui sessões teóricas e de realização de técnicas de cirurgia aberta e mini-invasiva em cadáver.

Objetivos Gerais e Objetivos de Aprendizagem

Objetivos gerais:
Formação de competências em cirurgia do punho e mão. Nível básico/intermédio.

Objetivos de aprendizagem:
Ao completar o curso o formando deverá ser capaz de:
- Identificar as estruturas relevantes em termos de anatomia descritiva e cirúrgica do punho e mão;
- Conhecer os principais padrões de fratura distal do rádio e seus pontos críticos, bem como os métodos fundamentais de osteossíntese e as técnicas de redução e osteossíntese com placa volar bloqueada e parafusos;
- Conhecer os principais padrões de fratura do escafoide e eventuais implicações no prognóstico, familiarizar-se com as vias de abordagem indicadas, técnicas de osteossíntese e métodos de redução e colocação de parafusos por via percutânea e aberta;
- Conhecer os principais padrões de fratura dos metacárpicos, familiarizando-se com as suas vias de abordagem, técnicas de redução e osteossíntese com parafusos ou placa e parafusos;
- Identificar os vários graus de lesão escafo-lunar e respetivas implicações terapêuticas, executas as manobras fechadas de redução, bem como de colocação do parafuso escafo-lunar percutâneo ou redução aberta e ligamentoplastia;
- Identificar e classificar os padrões de osteoartrose pós traumática do carpo (SLAC wrist e SNAC wrist), conhecer as técnicas de artrodese intra-cárpica, saber executar uma escafoidectomia por via mini-open, uma redução aberta ou fechada da instabilidade do carpo e a colocação de parafusos por via aberta ou percutânea;
- Identificar e classificar a rizartrose, conhecer os pontos críticos da tomada de decisão cirúrgica, efetuar a trapezectomia e suspensão com cabo / ligamentoplastia.

Metodologias de Ensino
Sessões teóricas e sessões práticas de realização de técnicas de cirurgia aberta e mini-invasiva em cadáver.
A metodologia de ensino consiste na apresentação de três módulos complementares.
O módulo inicial estabelece a base teórica de anatomia e vias de abordagem.
O segundo módulo aborda a patologia traumática e o terceiro módulo aborda a patologia ortopédica. Estes últimos têm uma estrutura semelhante, que consiste em três temas cada. Estes são abordados numa uma sessão inicial teórico-prática de 15 minutos em que cada tema é desenvolvido e são dadas pistas para a sua resolução cirúrgica. Posteriormente, segue-se a sessão prática de execução de técnicas em cadáver. As técnicas a executar são demonstradas numa apresentação de 5 minutos pelo corpo docente, sendo que os grupos de participantes têm 40 minutos para as executar em cadáver, sob a orientação do corpo docente.

Metodologias de Avaliação da Aprendizagem
Avaliação contínua e teste escrito.

Metodologias de Avaliação da Qualidade do Ensino
No final do curso, será aplicado um questionário de avaliação do ensino da NMS|FCM, anónimo, de modo a que os formandos possam avaliar o curso nomeadamente em termos de objetivos e conteúdos programáticos, metodologias de ensino, processo de avaliação e corpo docente.

Corpo Docente

  • Carla Nunes – Assistente Graduado de Ortopedia, Coordenadora da Unidade de Punho e Mão do Hospital de São Francisco Xavier, Assistente Voluntária de Ortopedia da Nova Medical School;
  • José Branco – Assistente Graduado de Ortopedia, Diretor Clínico BH-Management Care British Hospital, Coordenador da Unidade Funcional de Ortopedia British Hospital, ex Coordenador da Unidade de Punho e Mão do Hospital de São Francisco Xavier;
  • Fernando Cruz – Assistente de Ortopedia, Vive Presidente da Sociedade Portuguesa de Cirurgia da Mão, ex coordenador da Secção de Mão da SPOT, revisor da área de punho e mão da EFORT e da SPOT, Unidade de Punho e Mão do Hospital dos Lusíadas;
  • Sílvia Silvério – Assistente de Ortopedia, Coordenadora da Unidade de Punho e Mão do Hospital de Santana, Coordenadora da Secção da Mão da SPOT;
  • Filipa Silva – Assistente de Ortopedia, Coordenadora da Unidade de Punho e Mão do Hospital Beatriz Ângelo;
  • Frederico Teixeira – Assistente de Ortopedia, Coordenador da Unidade de Punho e Mão do Hospital de Curry Cabral;
  • Francisco Mercier – Assistente de Ortopedia, Unidade de Punho e Mão do Hospital Garcia de Orta.


Plano Curricular/ Programa Detalhado

  • 26.04.2018: Envio de material de apoio/ bibliografia relativa ao curso.

  • 10.05.2018: Sessões de apoio prestadas por docentes (presenciais ou via Skype).

  • 11.05.2018:

> 8h30 – Abertura
Entrega de documentação

> 8h50 – Abertura formal
Carla Nunes, Guimarães Consciência

> 9h00Módulo 1: Introdução (sessão teórica)
9h00: Anatomia do punho e mão – Unidade de Anatomia, NMS|FCM
9h20: Vias de abordagem principais do punho e mão – José Branco

> 9h40Módulo 2: Traumatologia (sessão teórica e prática)
9h40: Fratura distal do rádio – Osteossíntese placa e parafusos – Frederico Teixeira
(material – placa anatómica volar com parafusos bloqueados)
9h55: Fratura do escafoide – Osteossíntese percutânea e redução aberta – Fernando Cruz
(material – parafusos tipo Herbert)
10h10: Fraturas dos metacárpicos – Osteossíntese placa e parafusos – Sílvia Silvério
(material – placas e parafusos)

> 10h25Coffee-break

> 11h00Módulo 2: Traumatologia (sessão prática)
11h00 - 13h00: Execução das técnicas em cadáver
11h00: (5 minutos apresentação da técnica, restante tempo para treino prático monitorizado) – osteossíntese do rádio distal (abordagem volar e osteossíntese com placa anatómica volar e parafusos; opção de parafuso canulado) - Frederico Teixeira
11h45: (5 minutos apresentação da técnica, restante tempo para treino prático monitorizado)- osteossíntese do escafoide (por via percutânea volar e dorsal; por abordagem aberta volar) – Fernando Cruz
12h30: (5 minutos apresentação da técnica, restante tempo para treino prático monitorizado) – osteossíntese de metacárpicos (abordagem, aplicação de placa dorsal e parafusos interfragmentários; opção de placa trans-articular da CMC) – Sílvia Silvério

> 13h00 – Almoço

> 14h00Módulo 3: Ortopedia (sessão teórica e prática)
14h00: Instabilidade cárpica, disjunção escafo-lunar (RASL, ligamentoplastia) – Carla Nunes (material – parafusos tipo Herbert e âncoras)
14h15: Artrose do punho, SNAC wrist e SLAC wrist – Filipa Silva
(material – parafusos canulados; placas de artrodese)
14h30: Rizartrose – Francisco Mercier
(material – suspensão com cabo e botões, âncoras, artroplastia)

> 14h45Coffee-break

> 15h15Módulo 3: Ortopedia (sessão prática)
15h15 - 17h15: Execução das técnicas em cadáver
15h15: (5 minutos apresentação da técnica, restante tempo para treino prático monitorizado) – Instabilidade cárpica, disjunção escafo-lunar (ligamentoplastia, RASL) – Carla Nunes
16h00: (5 minutos apresentação da técnica, restante tempo para treino prático monitorizado) – Artrose do punho, SNAC wrist e SLAC wrist (escafoidectomia aberta, artodese intra-cárpica aberta ou percutânea) – Filipa Silva
16h45: (5 minutos apresentação da técnica, restante tempo para treino prático monitorizado) – Rizartrose (trapezectomia, ligamentoplastia, suspensão com cabo) – Francisco Mercier

> 17h30 – Avaliação

> 18h30 – Encerramento
Entrega de certificados de presença.

> 20h00 – Jantar


Destinatários

Especialistas de Ortopedia e Cirurgia Plástica;
Internos do 5.º e 6.º ano de Ortopedia e Cirurgia Plástica

Critérios de Seleção
Análise curricular

Regime de Faltas
Não são permitidas faltas ao curso.

ECTS
1

Numerus Clausus
Número Mínimo: 17
Número Máximo: 24

Língua de Ensino
A língua de ensino é o Português. Se houver candidatos de língua estrangeira há a possibilidade de as sessões práticas serem desenvolvidas em inglês nas suas estações de trabalho.

Datas de Realização
11 de maio de 2018 (sexta-feira)

Horário
Das 8h30 às 18h30

Duração
8h00 presenciais
16h00 de estudo autónomo prévio

Local de Realização
NMS|FCM

Data-Limite de Candidatura
28 de março de 2018

Informações e Candidaturas
Divisão Académica - Secção de Pós-Graduação
Campo Mártires da Pátria, 130 - 1169-056 Lisboa
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. | www.fcm.unl.pt
Tel.: 21 880 30 66 | Fax: 21 880 30 68

Este curso tem um carácter transversal no âmbito do conhecimento no domínio das ciências da saúde e da vida, não habilitando à prática de qualquer atividade médica por parte de quem não esteja inscrito na Ordem dos Médicos.